“O Momento atual pede 5S!”

A crise é uma ótima oportunidade para aproveitar o tempo ocioso e investir em organização.

As empresas que sobrevivem á situação atual devem se preparar para a retomada da economia de forma inteligente, aprimorando, capacitando, e “utilizando” esse tempo. Agora é o momento de preparar-se, estar á frente dos concorrentes. No Brasil é conhecido o efeito cíclico da economia: se agora a demanda reduziu, um pouco mais á frente teremos a retomada e sairá primeiro quem estiver preparado, ou seja, mais produtivo, mais eficiente, mais organizado e com a equipe em sintonia com a excelência em produção. Além de tudo, sabemos que existem materiais dispersos, quase “perdidos” que poderiam ser utilizados no dia a dia da empresa.

A metodologia 5S, conhecida e reconhecida com a base solida para um caminho rumo á excelência, tem que estar efetiva nas empresas. Lembre-se que em vários momentos anteriores a sua desculpa era a falta de tempo. Talvez hoje este tempo se faça presente, então utilize-o com sabedoria.

Aplicado desde os anos 1950 nas empresas do Japão, o 5S se espalhou pelo mundo e o Brasil sempre foi um dos maiores discípulos assíduos desta metodologia, interpretada como a filosofia da melhor organização. O foco do 5S é organizar para reduzir perdas, em todos os sentidos. Perdas que atrapalham as atividades diárias, demora para encontrar materiais para os processos produtivos, peças de reposição para a intervenção da equipe da manutenção, artigos utilizados nos escritórios, enfim ter á mão tudo que necessitamos para a máxima produtividade.

O sucesso da implementação desta metodologia está fundamentado no comprometimento das pessoas, motivação por fazer, ou seja, entender os motivos por organizar.

As equipes dos respectivos setores entendem os passos da metodologia, avaliam o setor, eliminam aquilo que não agrega valor, analisam a melhor localização física em relação ao uso diária e padronizam, tendo assim um local definido e devidamente identificado. Este cenário, seguindo a metodologia 5S, torna um ambiente padronizado e qualquer pessoa que esteja nesse setor encontrará os materiais necessários.

O caminho a ser seguido está proposto e funciona muito bem, promove resultados á empresa. O que falta é a forma de implementar este processo. A sugestão aplicada em muitas empresas é evoluir propondo desafios a curto prazo, neste caso, em degraus de 100 dias, ou seja, em um período de três meses as equipes assumem o desafio de realmente mostrar os melhores resultados, seja visualmente, seja nos indicadores do setor.

Uma verdadeira revolução em 100 dias nos setores, nas pessoas e, claro, nas empresas. Teremos evidencias de mudanças efetivas e, acima de tudo, realizadas pelas próprias pessoas. Lembre-se de que tudo que realizamos nos comprometemos a manter e as pessoas dão mais valor, pois é fruto do próprio esforço.

Para ilustrar esses comentários, vou retratar a recente experiência de uma empresa metalúrgica, a FetterValve, atualmente com menos de 100 colaboradores, fabricante de válvulas para o sistema de óleo/gás, que tem como cliente final a Petrobras. Seu foco era implementar a metodologia 5S para dar outra “cara” à empresa, afinal, constantemente estão presentes inspetores contratados pelos clientes, além de melhorar o fluxo interno de produção e respectivos inventários.

A necessidade interna e externa estavam claras, porém havia um pequeno detalhe: não havia recursos disponíveis para investir. O desafio era implementar os 5S sem dinheiro para gastar, ou melhor, investir só com ideias. O direcionamento da diretoria era fazer acontecer com os recursos já disponíveis, sejam materiais ou humano.

O lema do projeto era: “A Revolução dos 100 dias com os 5S 100 dinheiro, 100 acidentes, 100 horas extras, 100pre fazendo o melhor, 100 ajuda externa, fazendo acontecer com o que temos!”.

Seguindo esse direcionamento, a empresa, localizada em Indaiatuba, interior de São Paulo, fez acontecer com grande dedicação dos colaboradores e da sua direção.

No período de 100 dias foram conseguidos: mais de 100 ideias de melhorias 100 gastar nada, 100 investimentos, 100 perder tempo, 100 desanimar e aprimorando 100pre, a cada dia, para a empresa, o cliente, para a sobrevivência e crescimento de todos os colaboradores.

Foi empregada a criatividade, o sentido de construir algo com os recursos existentes, ou melhor, quase sem recursos, aproveitando o talento de cada colaborador.

Muitas melhorias foram implementadas utilizando matéria de sucata que estava abandonada atrás dos prédios, restos de madeira, de paletes usados, enfim, utilizando o conceito “Seu Lixo é Meu Luxo!”.

Vale salientar que as tintas utilizadas nas pinturas estavam no estoque com prazo de validade vencido para pintura de válvulas e não para bancadas, mesas e acessórios importantes para o uso diário.

Veja que no período de 100 dias uma verdadeira revolução positiva aconteceu. Visualmente isso é perceptível, mas a mudança mais importante foi no sentimento e nas atitudes dos colaboradores.

Parabéns á equipe que nos proporcionou este aprendizado, exemplo de dedicação e vontade de fazer acontecer. E ainda não acabou, pois 100pre temos á melhorar.

A IMAM Consultoria promove a preparação da equipe 5S nas empresas e acompanha e orienta a implementação no período de 100 dias.

O 5S muda o ambiente, mas, acima de tudo, transforma as pessoas e suas atitudes.

Fonte: Revista IMAM, logística. Outubro 2015.

Facebook
Facebook
LinkedIn