Princípios de Estoques Saudáveis

O Dr. Kazuo Inamori nasceu em Kagoshima, Japão, em 1932. Com 27 anos de idade fundou a Kyocera Corporation, empresa de alta tecnologia. Dez anos depois em 1969, Inamori abriu sua primeira subsidiária ultra-marina, a Kyocera International, Inc., na California, primeira empresa privada de telecomunicações do Japão, e em 1992 inaugurou a primeira instalação industrial na América a produzir em larga escala componentes e peças de automóvel em cerâmica com grande sucesso. Sua mais recente empresa é a Nippon Iridium – parte de um plano colossal para permitir a comunicação por telefone sem fio entre dois pontos da terra. Por duas vezes o Dr. Kazuo Inamori recebeu o título de administrador mais eficiente do Japão.

Diante de inúmeras dúvidas dos jovens empresários na região de Kyoto, o Sr. Kazuo Inamori (Diretor-Presidente da Kyoto Cerâmica –KYOCERA) passou a pregar sua filosofia empresarial, auxiliando-os de maneira decisiva. Tamanho sucesso, fez com que os empresários fundassem a Seiyukai (Amigos do Inamori) em 1984. Sete anos após (1991), foi fundada a “Seiwajuku” ( que significa “Inamori”, em homenagem ao fundador da associação).

Em 1996, a associação conta com mais de 49 sedes e 2761 associados, incluindo o Brasil em Formosa.

Esta iniciativa voluntária do Sr. Inamori, conciliando a sua intensa e valiosa atividade profissional, deve-se a sua consideração pelos jovens executivos de pequenas e médias empresas, onde os mesmos lutam com árduo suor e sacrifício para o bem-estar de seus funcionários e familiares, contribuindo indiretamente para com sua obrigação social.

A Kyocera gerencia rigorosamente os ativos da empresa para que não deixem surgir estoques inúteis.

Segundo Sr. Inamori a regra é adquirir somente o necessário no momento necessário e produzir somente o que for preciso. Se adquirirmos ou produzirmos mais do que o necessário, ficaremos com estoques inúteis, incorrendo em gastos desnecessários.

Se, assim mesmo, eventualmente, surgir algum estoque inútil, a regra é proceder imediatamente à baixa desses estoques. Com isso, a empresa terá um determinado prejuízo por um determinado período, mas, nessas horas, devemos mesmo ter a coragem de fazer a baixa, sem nos prendermos aos números imediatos. Se não o fizermos e protelarmos o problema, o prejuízo tornar-se-á ainda maior.

É necessário administrar mantendo os ativos da empresa sempre saudáveis.

 

Fonte: Livro Filosofia Inamori, Seiwajyuku do Brasil , 2ª Edição: Março/2008. E Paixão pelo Sucesso

Facebook
Facebook
LinkedIn