Para quem atua com gestão de estoque, melhorar a separação e expedição de pedidos dentro de um armazém é uma estratégia fundamental, não apenas para otimizar processos internos do supply chain, como também para agilizar e melhorar a qualidade das suas entregas.  

E hoje, graças ao advento da tecnologia, essas etapas podem se tornar muito mais simples, controláveis e eficientes do que se imagina. Isso graças a softwares específicos de gestão, como o WMS.  

E é justamente sobre isso que vamos abordar ao longo de nosso material a seguir. Afinal, como um sistema WMS garante mais controle e otimização nos processos de picking e de expedição de um armazém?  

Vamos conferir? Boa leitura!  

O que são as etapas de separação e expedição de pedidos?  

Todo armazém logístico, independentemente do tamanho ou área de atuação, realiza esses dois processos em algum momento de sua cadeia de suprimentos.  

Na prática, a separação de pedidos, ou picking, é um procedimento em que, literalmente, os operadores precisam separar os itens de um pedido a serem carregados.  

Ou seja, a empresa recebe um pedido de vendas, o operador localiza os itens no endereço do estoque e os encaminha para o picking, no intuito de separá-los conforme quantidades e necessidades que o cliente pediu.  

Em geral, esta etapa pode ser – ou não – seguida do Packing, ou empacotamento dos produtos.  

Já a expedição é a última etapa do supply chain, antes do carregamento. É nela que os operadores devem realizar o checklist final e conferir se os produtos separados no picking estão de acordo com o pedido do cliente e, portanto, podem ser carregados para a entrega.  

Por que estas etapas são tão importantes no Supply Chain?  

Como bem vimos, a separação e expedição de pedidos são etapas consecutivas dentro da cadeia de suprimentos e, portanto, uma está integrada a outra.  

Logo, é fundamental que esta integração esteja livre de erros, falhas e gargalos, a fim de evitar retrabalhos, atrasos e, até mesmo, custos inesperados.  

Além disso, é muito importante ressaltar que melhorar a separação e expedição de pedidos é uma estratégia diretamente atrelada às melhorias de suas entregas, pois, estando ambas otimizadas, certamente seus carregamentos serão mais ágeis e sem erros.  

Como um sistema WMS pode melhorar a separação e expedição de pedidos?  

Indiscutivelmente, o sistema WMS é o que há de mais completo e diversificado como solução tecnológica hoje para a gestão de estoque, permitindo otimizar todas as etapas de uma cadeia de suprimentos, incluindo claro, os processos de picking e de expedição.  

Dessa forma, para entender melhor como atua o sistema WMS dentro de cada uma dessas etapas, nós destacamos as seguintes informações a seguir:  

Etapa de separação de pedidos (picking)  

Tanto os insumos, como os produtos acabados que chegam às docas de seu armazém, serão registrados diretamente no seu sistema WMS através de importação de documentos de seu ERP.  

Feito isso, todos estes itens passam a ser identificados com etiquetas adesivas, seja com códigos de barras, seja como QR Code, no intuito de carregarem suas principais características que acompanharão o produto por toda a operação logística dentro do CD ou do armazém.  

Logo, no momento da separação de pedidos, o operador poderá conferir e disparar tarefas por meio de seu coletor de dados, evitando assim qualquer tipo de erro ou gargalo durante o processo.  

Entre as principais funcionalidades do sistema WMS na separação e expedição de pedidos, vale destacar:   

  •  Conferência cega/dirigida.   
  •  Controle de divergências.
  •  Recebimento em diversos níveis de embalagem.   
  •  Conferência de peso, medida, datas (validade/fabricação).   
  •  Bloqueio de materiais em inspeção.   
  •  Paletização de itens.   

Etapa de expedição de pedidos  

Assim que inicia o carregamento de seus pedidos, o sistema WMS deve garantir que os volumes que estão sendo embarcados no veículo, estão de acordo com as informações da nota fiscal e isso ocorre também por meio da leitura do código de barras dos volumes identificados.  

Entre as principais funcionalidades do sistema WMS nesta etapa de expedição de pedidos, vale destacar:   

  • Conferência dos volumes x Nota Fiscal.   
  • Conferência de volumes, itens embarcados.   
  • Geração de documentos de expedição: Ordem de carga, pack list, romaneio de embarque.   

Em resumo, essas são algumas dicas essenciais sobre como melhorar a separação e expedição de pedidos em sua gestão de estoque e, como bem vimos, o investimento em tecnologias específicas como o sistema WMS é fator estratégico para tornar isso uma realidade prática em sua rotina.  

Curtiu? Quer conhecer todas as funcionalidades de um sistema WMS nessas etapas do Supply Chain? Então, acesse o site da TWx e confira os diferenciais do Autolog WMS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Posso Ajudar?