O uso da tecnologia na logística já era uma realidade há alguns anos!

O que mudou com a pandemia foi que muitas tendências simplesmente se aceleraram. Diversos sistemas e ferramentas deixaram de ser projetos futuros e, de fato, se tornaram soluções imediatas.

Mas quais dessas tecnologias logísticas podem ser citadas hoje como tendências reais para o mercado no pós-pandemia?

3 tendências de tecnologia na logística para o pós-pandemia

Neste artigo, destacamos alguns exemplos práticos de soluções tecnológicas aplicadas ao setor que já são uma realidade em muitas operações logísticas. Confira!

1. Atendimento omnichannel

O aumento do consumo online foi um dos efeitos mais visíveis do isolamento social e, sem dúvidas, essa tendência se manterá no pós-pandemia.

Houve também mudanças no perfil de consumo das pessoas — entre elas, a preferência por canais alternativos de comunicação e compras.

Segundo o estudo Jornada omnichannel e o futuro do varejo, realizado pela Social Miner, 54% dos consumidores devem preferir comprar com pequenos produtores locais em 2021, o que prova que as estratégias de e-commerce e os investimentos em tecnologia logística não são mais um privilégio das grandes redes.

Na mesma pesquisa, alguns números apontam para a importância de se investir em um atendimento omnichannel no pós-pandemia:

  • 52% pretendem usar mais o e-commerce do que ir em lojas físicas;
  • 52% esperam poder usar canais alternativos, como WhatsApp e Instagram, para se comunicar ou comprar com as empresas;
  • 50% se dizem interessados em novos serviços de distribuição de produtos, como sistemas drive-thru em shoppings e lojas.

 

Tecnologia na logística: tendências para o pós-pandemia2. Robótica e internet das coisas

Outros exemplos de tecnologia na logística que sempre foram considerados tendências no setor e começaram a se tornar realidade são aqueles ligados à transformação digital das operações.

Em outras palavras, o uso de robôs, drones, sistemas inteligentes, machine learning e internet das coisas já é comum em inúmeros processos logísticos. E, por conta dos efeitos da pandemia, essas tecnologias ganham ainda mais espaço nas cadeias de suprimentos hoje.

Para exemplificar melhor, é possível citar inovações como empilhadeiras sem operadores, drones para entregas de encomendas, sistemas de voice-picking, coletores de dados e estruturas de armazenagem automatizadas, entre outras.

3. Armazéns automatizados

Quando falamos de exemplos de tendências de tecnologia na logística, o sistema WMS não pode ficar fora. Afinal, essa é a solução mais completa e eficiente para o gerenciamento de armazéns dos últimos anos.

Apesar de não ser exatamente uma novidade no setor, o software ganha cada vez mais visibilidade e viabilidade entre diferentes tipos de empresas.

Hoje, por exemplo, é possível a implementação modular do sistema nas operações, o que garante a otimização de processos específicos e com um excelente custo-benefício — tornando, assim, a tecnologia viável também para pequenas e médias empresas.

Além disso, para minimizar os riscos da atual pandemia, muitos desenvolvedores de sistemas WMS oferecem alternativas mais seguras e flexíveis para as empresas.

É o caso da TWx, que passou a oferecer a implementação do software de forma remota e em um prazo de apenas 15 dias, garantindo, assim, a segurança das pessoas e agilidade no processo.

Em resumo, esses são alguns pontos que valem ser destacados como tendências em tecnologia na logística no pós-pandemia.

Vale ressaltar que não se trata apenas de uma transformação tecnológica do setor, mas também de uma mudança global na forma de consumo das pessoas.

Com isso, investir nessas soluções é mais que uma necessidade: é uma estratégia de sobrevivência para qualquer negócio em um futuro breve.

Quer saber como preparar a sua logística para o pós-pandemia? Então, aproveite para conversar com um de nossos especialistas e agendar uma apresentação do AUTOLOG WMS, a solução completa para otimizar o seu supply chain!