Investir em maquinário para indústria é uma estratégia que visa não somente a modernização das linhas de produção, mas também inúmeros outros benefícios práticos, que vão desde a otimização de processos até questões ligadas à sustentabilidade.

A boa notícia é que um levantamento recente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) prevê uma alta de mais de 31% nos investimentos realizados pelas indústrias em 2021 em compras de equipamentos.

Para mostrar a importância disso e orientar como os gestores devem investir, reunimos algumas informações e dicas úteis sobre o assunto. É só continuar a leitura deste artigo para conferir!

Afinal, em que tipos de maquinário e equipamento as indústrias investem?

Em 2013, um artigo do jornal O Globo destacou um levantamento nacional que mostrava que os maquinários da indústria brasileira eram, em média, três anos mais antigos que os de países desenvolvidos.

Mas esse cenário evoluiu bastante. Atualmente, as expectativas são promissoras em relação aos investimentos na modernização do setor. Mesmo assim, ainda estamos longe do patamar internacional.

De acordo com a pesquisa da Abimaq destacada no início deste artigo, as indústrias nacionais pretendem investir em 2021 nos seguintes aspectos:

  • 36% na ampliação da capacidade de produção;

  • 34% na modernização tecnológica;

  • 21% na reposição de maquinários e equipamentos;

  • 8% em outras soluções.

Maquinário para indústria

Como realizar esses investimentos de forma estratégica?

Os investimentos em maquinário para indústria variam muito. Portanto, cabe ao gestor saber identificar as necessidades de suas operações e as soluções mais adequadas para atendê-las.

Contudo, hoje podemos considerar essa estratégia como um processo contínuo e frequente, no qual a busca por ferramentas e equipamentos é permanente.

Por isso, a seguir destacamos algumas práticas que o gestor deve levar em consideração para tomar boas decisões.

Identifique suas necessidades

Reforçando o que destacamos um pouco acima, cada indústria tem suas próprias características operacionais.

Portanto, não há uma “receita pronta” sobre o que e como investir em maquinários e soluções para todas as empresas.

Nesse sentido, saber identificar, mensurar e solucionar problemas deve ser uma preocupação fundamental na rotina do gestor.

Consulte especialistas

Contar com uma visão externa de sua operação também é uma estratégia valiosa na identificação de problemas e soluções.

Sendo assim, se necessário, busque consultorias especializadas, conheça desenvolvedores de sistemas de gestão, converse com fornecedores de maquinários para indústria etc.

Acompanhe tendências do mercado

Atualmente, as soluções para indústrias vão desde novos equipamentos até softwares de gestão que possibilitam otimizar as etapas operacionais das empresas.

Por isso, acompanhar as tendências e avaliar constantemente a implementação prática dessas ferramentas é fundamental.

Sem dúvidas, muitos desses investimentos permitem agregar valor a uma indústria a curto, médio ou longo prazo.

Calcule o retorno de seus investimentos

Outra dica para gestores que pretendem investir em soluções e maquinários para indústria é calcular o retorno sobre investimento dessas compras.

Em relação aos sistemas de gestão, por exemplo, já é possível encontrar opções modulares, o que permite investimentos direcionados à sua necessidade e, consequentemente, a custos mais baixos. Isso proporciona um retorno maior e rápido.

Em resumo, essas são algumas dicas básicas sobre por que e como fazer investimentos em sistemas e maquinário para indústria. Vale reforçar que esse tipo de estratégia não visa unicamente a modernização da sua estrutura, mas também agrega fatores como sustentabilidade, eficiência operacional, redução de custos e até mesmo melhores experiências ao consumidor final.

Gostou do conteúdo? Quer se atualizar sobre outros temas do setor industrial? Então, aproveite para conferir nosso artigo a respeito da falta de insumos e matérias-primas no mercado. Boa leitura!