Os efeitos do coronavírus na indústria brasileira

Em tempos de incertezas, ainda é difícil prever quais serão os reais impactos econômicos do coronavírus na indústria brasileira. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), somente em março, 43% das empresas do setor reportaram algum efeito da crise e buscaram alternativas que visam minimizar tais consequências. 

E você? Já definiu algum plano de contenção na sua indústria? É hora de gerir todos os possíveis riscos, avaliar cada ação e extrair todos os benefícios de suas soluções tecnológicas. Quer conferir algumas dicas? Então, continue a leitura!

Quais serão os impactos do coronavírus na indústria brasileira? 

É cedo para afirmar, em números, quais serão as verdadeiras consequências do coronavírus na indústria. No entanto, o cenário de deterioração econômica já começa a preocupar alguns governos e, principalmente, gestores de empresas no mundo inteiro. 

No Brasil, podemos considerar que a situação é de alerta. No entanto, medidas para conter os impactos da pandemia já começaram a sair do papel, tanto por parte do governo quanto das próprias empresas.

Já há exemplos práticos de organizações que conseguem conter os impactos do coronavírus com decisões estratégicas ou desempenham crescimento real durante a pandemia

Como conter os efeitos do coronavírus na indústria?

E quais são as alternativas para conter os efeitos do coronavírus na indústria? 

Em tempos de crise global, evidentemente não há uma receita pronta para o enfrentamento da pandemia. Fatores diversos e variáveis, como o setor de atuação, o tamanho, a saúde financeira e as ferramentas disponíveis neste momento são alguns exemplos do que pode interferir na situação de uma empresa.

Porém, de maneira geral, podemos destacar algumas estratégias que são aplicadas pela maior parte das indústrias nesse momento de pandemia e que, sem dúvidas, podem servir como base para as ações em sua empresa. São elas: 

  • estude a possibilidade de alocação home office de seus colaboradores com funções administrativas; 

  • busque automatizar ao máximo os seus processos operacionais e evitar a necessidade de mão de obra humana; 

  • usufrua de todas as funcionalidades disponíveis em suas soluções tecnológicas, como WMS, TMS, ERP etc; 

  • estude processos mais otimizados, rápidos e práticos dentro da sua cadeia de suprimentos, como modelos cross docking, sistemas automáticos de picking etc; 

  • aumente a sua participação online e, se possível, invista no seu e-commerce; 

  • planeje ações em conjunto com seus parceiros comerciais, como transportadoras, distribuidores, despachantes etc; 

  • estude estratégias de fortalecimento de sua marca, como serviços especiais durante a pandemia, ações sociais, conscientização e apoio aos clientes, facilidades de pagamento etc;

  • se possível, passe a produzir itens que são essenciais nesse momento, como máscaras, álcool gel 70%, respiradores etc.

Não restam dúvidas sobre os efeitos do coronavírus na indústria brasileira. Mas, ao mesmo tempo, a esperança de que tudo será passageiro se acende a cada novo dia. Por enquanto, em termos econômicos, nos resta gerir os recursos e as ferramentas que temos à disposição, contendo os gastos e trabalhando em equipe para retomar os negócios aos poucos. 

Estamos do seu lado nessa batalha e temos a certeza de que, em breve, uma nova fase promissora se iniciará para a indústria brasileira. Por isso, nos acompanhe nas redes sociais — FacebookInstagram e LinkedIn — e fique por dentro de todas as novidades. E agende uma apresentação On-line para conhecer a nossa solução AUTOLOG WMS – Essencial !