Uma gestão de estoque eficiente requer a combinação de estratégias, ações e ferramentas adequadas para todos os seus processos. Por isso, um dos métodos de armazenagem que mais demandam acuracidade e controle, o PVPS, só se torna eficaz na prática quando se baseia nessa premissa.

Controlar e movimentar todos os itens de seu estoque, respeitando suas devidas especificidades — com destaque para a data de validade — requer, além de boas práticas, um suporte tecnológico avançado e capacitado.

E semelhantemente ao que acontece com outros métodos de armazenagem, o sistema WMS é considerado uma ferramenta imprescindível para empresas que pretendem implementar ou trabalham com o método PVPS em suas gestões.

Para entender melhor essa ligação e saber como um sistema WMS ajuda a otimizar a sua armazenagem, confira as informações que reunimos neste artigo!

Afinal, o que é o método PVPS ou FEFO na gestão de estoque?

Entre os inúmeros métodos de armazenagem, o PVPS é um dos mais eficientes, porém desafiadores para empresas que precisam controlar seus estoques de acordo com o prazo de expiração de seus itens.

PVPS é a sigla para “Primeiro que Vence, Primeiro que Sai” e tem origem no inglês FEFO ou First Expire, First Out.

Como o nome bem sugere, o intuito do método é girar o estoque com base no prazo de validade dos itens, evitando desperdícios, perdas e aumento de custos no Supply Chain.

Quais são os benefícios práticos do método PVPS?

Como costumamos reforçar, não há um método de armazenagem ideal para todos os tipos de gestão de estoque. Portanto, cabe a cada empresa avaliar e entender suas necessidades, conforme as especificidades de suas operações.

Evidentemente, o método PVPS é mais indicado para produtos e insumos que demandam maior controle da validade. Por isso, ele é amplamente aplicado em empresas dos ramos alimentício, farmacêutico e químico, entre outros.

Entre as principais vantagens agregadas em um método PVPS, podemos destacar as seguintes:

  • minimização de perdas, desperdícios e prejuízos;

  • maior controle na movimentação interna;

  • giro de estoque mais dinâmico;

  • redução de custos.

Quais são os desafios do PVPS e por que o sistema WMS é indicado para sua otimização?

Sem dúvidas, o método de armazenagem PVPS é desafiador para muitas empresas, tendo em vista a necessidade de monitoramento frequente nos prazos de expiração dos itens, em especial quando não se conta com ferramentas adequadas para isso.

As consequências desses gargalos quase sempre são o aumento dos custos e a perda desnecessária de itens por falta de validade.

Felizmente, soluções como o sistema WMS permitem controlar cada item de seu estoque, com base em especificidades previamente cadastradas, incluindo, evidentemente, o prazo de expiração do produto.

Confira todas as funcionalidades do sistema WMS

Na prática, assim que o produto é recebido nas docas, ele automaticamente é identificado e endereçado ao estoque. Com o auxílio de coletores de dados, seus operadores passam a ter controle total de cada item armazenado.

Eles podem, por exemplo, disparar tarefas para rastrear produtos prestes a vencer nas prateleiras, priorizar o picking e o packing de determinados lotes ou reorganizar o estoque com inventários mais eficientes, entre outras ações.

Enfim, o sistema WMS é ferramenta indispensável para uma gestão de estoque eficiente e permite personalizar seus controles. No método PVPS, tal solução também se faz imprescindível e é completamente eficaz, possibilitando que as datas de expiração passem a ser fator controlado na rotina de seu armazém.

Quer saber como implementar um sistema WMS de alto desempenho e solucionar qualquer gargalo existente em sua gestão de estoque? Então, converse com um de nossos especialistas e agende uma apresentação do AUTOLOG WMS!