Ainda que muitas empresas invistam na otimização de seus processos, a devolução de vendas sempre será uma variante inevitável dentro de uma cadeia de distribuição. Afinal, há inúmeros motivos para que isso ocorra, sejam internos ou externos.

Logo, não é à toa que uma logística reversa realmente eficiente seja um desafio até mesmo para marcas altamente capacitadas em suas cadeias de Supply Chain.

E por que isso? Para tentar explicar melhor a complexidade da logística reversa e mostrar como as devoluções de vendas requerem não apenas planejamento, mas também automação tecnológica em alguns processos, preparamos este artigo exclusivo.

Sendo assim, sem mais delongas, vamos direto ao ponto!

Afinal, como minimizar as devoluções de vendas na logística?

Antes de focarmos na logística reversa, precisamos lembrar que a otimização de processos e etapas, tanto da gestão de estoque quanto do transporte em si, já é suficiente para minimizar e até mesmo eliminar alguns casos de devoluções de vendas.

Afinal, entre os inúmeros motivos para o comprador recusar o recebimento de um produto, os mais básicos e evitáveis são justamente aqueles que partem de erros e falhas internas do armazém, como separação errada do pedido, carregamentos errados e falta de controle sobre as características do item, entre outros.

Ou seja, antes de buscar soluções para a sua logística reversa, vale se questionar: será que o seu armazém e as suas entregas estão devidamente otimizados?

Quais são os gargalos que uma logística reversa ineficiente costuma apresentar?

Como vimos acima, a otimização das logísticas inbound e outbound é fundamental para minimizar os casos de devoluções de vendas de uma empresa. Mesmo assim, elas são inevitáveis em alguns casos, como entregas fora do prazo de recebimento do comprador, defeitos e falhas de comunicação, entre outros.

Para essas situações, há sempre alguns gargalos e problemas difíceis de serem solucionados na logística reversa, especialmente em empresas com pouco planejamento e infraestrutura tecnológica adequada para a realização desse tipo de controle.

As possíveis consequências dessas falhas são:

  • dificuldade e demora para dar entrada de volta dos itens devolvidos no estoque;

  • perda de produtos em armazéns e em transportadoras terceirizadas;

  • desgaste comercial com clientes e parceiros;

  • cobranças indevidas aos compradores, especialmente quando as NFs e os boletos não retornam a tempo para baixa no armazém;

  • custos elevados com coletas e devoluções de vendas.

Logística reversa ou devoluções de vendasComo a tecnologia pode ajudar a otimizar as devoluções de vendas?

Como vimos até aqui, a otimização das entregas e a gestão do estoque tendem a reduzir as possibilidades de devoluções de vendas e, consequentemente, requerer menos de uma logística reversa.

Por outro lado, esses casos não são 100% evitáveis e, portanto, é preciso contar com um bom planejamento e uma estrutura adequada para atender a essas demandas.

Indiscutivelmente, o uso de tecnologias aplicadas à gestão logística é imprescindível na logística reversa.

Um exemplo disso é o sistema WMS, que é amplamente utilizado para a otimização da gestão completa do armazém, mas que pode ser aplicado ao controle de devoluções de vendas.

Conheça as funcionalidades de um sistema WMS

Por meio de informações previamente cadastradas de cada item do armazém e a partir do uso de coletores de dados, a sua gestão passa a ter um controle mais amplo, seguro e ágil de qualquer processo e movimentação, incluindo as possíveis devoluções de produtos.

Com um sistema WMS aplicado à logística reversa, a sua empresa passa a:

  • identificar e controlar melhor os itens que retornam ao depósito;

  • agilizar a reposição do produto no estoque;

  • evitar que NFs e boletos permaneçam muito tempo sem dar baixa;

  • melhorar o processo de novos inventários;

  • reduzir custos e perdas de produtos devolvidos.

Enfim, as devoluções de vendas, apesar de controláveis, são muitas vezes inevitáveis nas empresas.

Logo, requerem operações de logística reversa, que quase sempre são indesejáveis para os negócios, mas que precisam ser realizadas com eficiência e qualidade, considerando a redução de custos e a satisfação do cliente.

Certamente, o equilíbrio entre um bom planejamento e o uso de ferramentas tecnológicas para gestão é o principal segredo!

Quer saber como reduzir as suas devoluções de vendas e otimizar a sua logística reversa com tecnologia de ponta? Então, entre em contato conosco!