• setembro 6, 2023
  • TWX
  • 0

Em tempos de tamanha competitividade no mercado, investir na otimização de sua logística pode ser um grande diferencial e permitir que a sua empresa se destaque em suas atuações. E uma das formas práticas para isso se dá na modernização de sua gestão de estoque, a partir de um sistema WMS.

Aliás, este tipo de tecnologia é considerada hoje ferramenta fundamental para otimizar as operações logísticas de ponta a ponta, desde o recebimento e produtos nas docas do armazém até o carregamento para a entrega. 

Com isso, ao conseguir otimizar cada uma dessas etapas e minimizar qualquer possibilidade de falha operacional, sua distribuição passa a se tornar muito mais eficiente e ágil, impactando inclusive na satisfação de seu consumidor.

Sendo assim, confira essas dicas até o final e entenda melhor a importância de implementar um bom Sistema WMS em seu supply chain. Boa leitura!

Quais os benefícios práticos agregados pela implementação de um sistema WMS?

Ao implementar um sistema WMS, sua empresa pode colher uma série de benefícios práticos que impulsionarão sua eficiência operacional e aprimorarão sua gestão de estoque, como, por exemplo:

1. Otimização do espaço de armazenamento

Um sistema WMS permite uma melhor utilização do espaço disponível em seus armazéns. Afinal, ele fornece recursos avançados de gerenciamento de estoque, como rastreamento em tempo real, endereçamento adequado de cada item e controle inteligente sobre a movimentação de produtos.

Com isso, é possível reduzir o desperdício de espaço, maximizar a capacidade de armazenamento e melhorar a organização interna.

2. Aumento da produtividade dos operadores

A automação e os recursos de controle de processos oferecidos por um sistema WMS têm um impacto direto na produtividade da equipe.

Com a otimização dos fluxos de trabalho e a eliminação de tarefas manuais e repetitivas, os colaboradores podem se concentrar em atividades de maior valor agregado.

Além disso, o sistema WMS fornece direcionamento inteligente para as tarefas, como a localização rápida e certeira de itens nas prateleiras, otimização do inventário e picking inteligente, reduzindo o tempo de execução das operações.

3. Melhoria da precisão do estoque

Um dos desafios mais comuns na gestão de estoques é a falta de precisão nas informações. Sendo assim, um sistema WMS oferece recursos avançados de rastreamento e registro de movimentação de mercadorias, o que reduz consideravelmente erros humanos e possibilita um controle mais preciso dos níveis de estoque.

Com informações devidamente cadastradas e confiáveis, você pode evitar faltas ou excessos de estoque, melhorar o planejamento de compras e reduzir custos associados a erros de inventário.

4. Aumento da visibilidade e rastreabilidade

Com um sistema WMS, você ganha maior visibilidade e rastreabilidade de seus produtos ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Desde o recebimento até a expedição, todas as etapas são registradas e monitoradas, permitindo uma visualização completa do histórico de cada item.

Isso traz benefícios como a identificação rápida de problemas, a capacidade de responder prontamente a consultas de clientes e a possibilidade de implementar medidas corretivas eficientes.

implementar um sistema WMS

Como funciona essa tecnologia, na prática, dentro de um supply chain?

O sistema WMS é projetado para integrar-se perfeitamente com todas as etapas do supply chain, incluindo ações com fornecedores, transportadoras e sistemas de gestão empresarial (ERP, do inglês Enterprise Resource Planning).

Ele desempenha um papel crucial no fluxo de informações e materiais entre diferentes estágios do processo logístico.

Geralmente, um sistema WMS é composto por módulos que abrangem diversas funcionalidades, como recebimento, armazenagem, controle de inventário, picking, embalagem, expedição e até mesmo integração com sistemas de transporte. Cada módulo executa tarefas específicas e se interconecta para garantir uma operação logística fluida.

No recebimento, o sistema WMS registra as mercadorias que chegam ao armazém, realiza a conferência dos itens e atualiza automaticamente o estoque. Durante a armazenagem, o sistema indica a localização adequada para cada produto, com base em regras de otimização definidas previamente.

Na fase de picking, o sistema gera listas de tarefas para os operadores, orientando-os sobre a melhor rota a ser seguida e minimizando o tempo gasto na coleta dos produtos. Por fim, na expedição, o sistema WMS realiza o controle das embalagens, gera documentos de transporte e registra a saída das mercadorias.

Essa integração entre os diferentes estágios do supply chain permite um fluxo de informações contínuo e em tempo real, proporcionando maior eficiência e reduzindo erros operacionais.

O que levar em consideração ao escolher o melhor software?

Ao escolher um software WMS, é essencial considerar alguns aspectos importantes para garantir a melhor adequação às necessidades de sua empresa.

Aqui estão algumas diretrizes a serem consideradas:

1. Funcionalidades essenciais

Verifique se o software WMS possui as funcionalidades básicas necessárias para atender às suas operações logísticas específicas.

Isso inclui recursos como controle de inventário, picking, recebimento, embalagem, expedição, rastreabilidade e integração com outros sistemas.

2. Flexibilidade e escalabilidade

Certifique-se de que o sistema WMS seja flexível o suficiente para se adaptar às demandas em constante evolução de sua empresa.

Ele deve ter a capacidade de se integrar com outros sistemas e se expandir à medida que sua operação logística cresce.

3. Implementação modular

Optar por um software WMS que ofereça a possibilidade de implementação modular pode ser bem vantajoso.

Afinal, isso permite que você escolha apenas os módulos necessários para começar e, posteriormente, adicione outros conforme suas necessidades se desenvolvam.

Dessa forma, você evita investimentos excessivos em funcionalidades que não são imediatamente essenciais.

4. Integração com outros sistemas

Verifique se o sistema WMS é capaz de se integrar perfeitamente com outros sistemas existentes em sua empresa, como o ERP, sistemas de transporte ou sistemas de gestão de pedidos.

A integração suave de dados e informações é essencial para garantir a eficiência operacional em toda a cadeia logística.

5. Suporte e treinamento

Considere a disponibilidade de suporte técnico e treinamento oferecidos pelo fornecedor do software WMS. Uma equipe de suporte experiente e um programa de treinamento abrangente podem fazer toda a diferença na implementação bem-sucedida e no uso eficiente do sistema.

A escolha do melhor software WMS deve ser baseada nas necessidades específicas de sua empresa, levando em consideração esses aspectos para garantir uma implementação bem-sucedida e colher os benefícios esperados na otimização de sua logística.

Em resumo, investir em um sistema WMS pode trazer uma série de benefícios práticos para sua operação logística, desde melhorias operacionais, até redução de custos e até mesmo proporcionar melhores experiências ao seu consumidor.

E se você quer saber mais e conhecer de perto uma solução completa, eficiente e com o melhor custo-benefício do mercado, não deixe de conversar com um especialista e agende uma apresentação do Autolog WMS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Posso Ajudar?