Em mercados cada vez mais dinâmicos e com consumidores ainda mais exigentes, muitas empresas passaram a enxergar seus processos logísticos como pilares em suas gestões, não mais simplesmente como atividades operacionais.

No entanto, ainda é comum nos depararmos com modelos de gestão pouco eficientes, em especial pela ausência de um fator crucial que parece difícil para certos gestores: a implementação de um controle de qualidade na logística.

Para entender melhor essa questão e ver como o advento de novas tecnologias está diretamente atrelado ao nível de excelência das operações logísticas, preparamos este artigo exclusivo que explica qual é a importância do controle de qualidade e quais são as vantagens de implementá-lo em seu Supply Chain.

Que tal conferir?

Afinal, qual é a importância da qualidade nos processos logísticos?

Ainda hoje, muitos gestores associam a logística eficiente apenas a questões operacionais.

No entanto, entregas no prazo, estoques organizados, definição de métodos de estocagem e movimentação correta de produtos, entre outros exemplos, nem sempre são suficientes para considerar os processos logísticos de uma empresa realmente eficientes.

Se outros fatores não forem levados em consideração ou não houver um controle de qualidade, é possível, por exemplo, que as entregas no prazo carreguem consigo prejuízos ou, talvez, que o armazém, por mais organizado que seja, gere custos elevados.

Portanto, uma gestão logística de qualidade não deve se limitar às operações bem-sucedidas, mas principalmente a um conjunto mais amplo de fatores, como redução de custos, produtividade, segurança, controle, integração dos processos etc.

Controle de qualidade: essencial para os processos logísticos

Como implementar um controle de qualidade na gestão logística?

Não espere aqui uma “receita pronta” para uma gestão de qualidade na logística, até porque cabe a cada gestor conhecer as características de suas operações e, assim, definir as melhores ações conforme suas especificidades.

No entanto, há sim algumas estratégias comuns que podem servir de base para a implementação de um controle de qualidade eficiente na logística, independentemente do tamanho ou da área do negócio. A seguir, listamos quais são elas.

Mapeie seus processos logísticos

Esse é, sem dúvidas, o primeiro passo de um planejamento para a gestão logística. Portanto, cabe ao gestor conhecer e enxergar como cada processo é realizado dentro de sua cadeia de distribuição.

Para isso, é interessante desenhar um mapa de todos os fluxos existentes no Supply Chain, levando em consideração onde e como cada item passa dentro e fora da empresa, quais são os principais gargalos, qual é o impacto disso e como melhorar.

Trabalhe com KPIs

Os KPIs — ou Indicadores-chave de Desempenho — servem justamente para mensurar e monitorar cada gargalo encontrado dentro de sua cadeia, possibilitando, assim, tomar decisões mais precisas em determinado período de análise.

Por exemplo, se uma empresa verifica erros constantes em seu processo de picking, deve então criar um KPI específico que mensure o máximo de detalhes dessa etapa, como o tempo gasto na separação dos itens, o volume médio de movimentação, os tipos mais comuns de falhas registradas, o custo disso na prática etc.

Dessa forma, com informações e dados exatos em mãos, é possível estudar e testar soluções direcionadas que permitam otimizar tal processo.

Otimize sua gestão de estoque

Como já destacamos, um controle de qualidade na logística não deve se limitar a fatores outbound, como entrega e distribuição. A gestão de estoque eficiente agrega valor direto às operações e, inclusive, pode fazer diferença na experiência final do consumidor.

Afinal, com processos logísticos internos bem integrados, a tendência é que sua empresa reduza custos no armazém, minimize perdas e desperdícios, agilize os carregamentos, evite erros e retrabalhos operacionais e também garanta maior produtividade nas entregas.

Invista em tecnologias de gestão

Falar em controle de qualidade nos processos logísticos sem abordar o uso da tecnologia é praticamente impossível nos dias de hoje. Afinal, a eficiência das operações só se dá a partir de uma série de fatores operacionais e gerenciais na empresa.

Portanto, é imprescindível contar com ferramentas adequadas para mensurar, monitorar e analisar esses resultados.

Atualmente, quando falamos em soluções para uma gestão logística prática e eficiente, é inevitável destacar sistemas como TMS e WMS, ambos indispensáveis para a implementação de um controle de qualidade em empresas do ramo logístico.

Conheça todas as funcionalidades de um sistema WMS

Em resumo, essas são algumas informações essenciais sobre a importância de realizar um controle de qualidade dos processos logísticos de uma empresa, além de dicas úteis sobre como implementá-lo no dia a dia de suas operações.

Finalizamos com um convite para você conhecer detalhadamente a solução AUTOLOG WMS, uma das ferramentas mais completas e dinâmicas para a gestão de estoque. Converse agora com um de nossos especialistas e agende uma apresentação!