Qualquer indústria precisa de controles eficientes de matérias-primas e produtos. Para isso, em geral, se trabalha com um documento chamado ordem de produção.

Provavelmente, se você é gestor ou trabalha na indústria, já deve conhecer bem a função dela e sabe a sua importância na rotina das operações.

A ideia deste artigo é mostrar que, em tempos de tecnologias aplicadas à gestão, as ordens de produção podem ganhar ainda mais relevância, de forma moderna, segura e eficiente.

Para isso, mostraremos a você o que é o sistema WMS e quais funcionalidades ele pode agregar às ordens de produção. Tome nota das dicas!

Afinal, o que é e para que serve uma ordem de produção na indústria?

As ordens de produção podem ganhar nomenclaturas ou siglas diferentes dentro do setor produtivo, como Ordem de Serviço (OS), Ordem de Fabricação (OF) e Ordem de Trabalho (OT), entre outras.

Independentemente do padrão adotado em sua empresa, elas têm uma função bem definida: a de controlar os materiais a serem utilizados em uma linha de produção.

Logo, uma ordem de produção pode ser útil desde o almoxarifado até os grandes sistemas de armazenagem.

Na prática, esse documento deve apresentar aos operadores informações essenciais para determinada produção, como o tipo de insumo necessário, a sua quantidade adequada, o seu endereço no estoque, a data a ser produzido etc.

Além do controle do processo produtivo em si, a ordem de produção, se gerida de forma otimizada, pode ter uma importância estratégica em todo a gestão industrial, desde o planejamento de compras até a distribuição dos produtos acabados.

Ordem de produção
Male worker at a factory

Como otimizar as ordens de produção na indústria?

Em tempos de Indústria 4.0, o uso de tecnologias não deve se limitar a maquinários e equipamentos da linha de produção. Também é fundamental investir em ferramentas que possibilitem a otimização da gestão como um todo.

É o caso do sistema WMS. Assim como empresas de todos os tipos utilizam o software para otimizar as suas cadeias de suprimentos, as indústrias podem usufruir de suas funcionalidades para melhorar a gestão interna de seus estoques, o que inclui, evidentemente, a ordem de produção.

Na prática, o sistema WMS na indústria agrega soluções desde a portaria da fábrica até a distribuição do produto, se implementado de forma integral.

Porém, hoje, há também a possibilidade de implementações modulares do sistema. Isso inclui soluções específicas para a otimização da ordem de produção.

Por exemplo, em uma linha de produção, o sistema WMS tem a capacidade de agilizar a busca de insumos no estoque por meio de coletores de dados e códigos de barras/RFID, garantindo mais acuracidade e segurança.

Em outras palavras, o sistema WMS na indústria, quando aplicado à ordem de produção, possibilita:

Saiba mais: Confira todas as funcionalidades do WMS na indústria

Como implementar o sistema WMS nas ordens de produção de sua indústria?

Como destacamos, atualmente há a possibilidade de implementações modulares de um sistema WMS, o que garante soluções focadas nas necessidades das empresas e, claro, economia em relação ao investimento.

A TWx, por exemplo, desenvolve esse tipo de solução modular para a gestão de estoque nas indústrias e, exclusivamente nesses tempos de pandemia, oferece a alternativa de implementação do sistema de forma remota. Ou seja, a combinação ideal entre praticidade e segurança!

Logo, se a sua indústria pretende otimizar a ordem de produção em sua linha e busca por uma solução prática, eficiente e de excelente custo-benefício, não deixe de entrar em contato com um de nossos consultores e agendar uma apresentação do AUTOLOG WMS.

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Posso Ajudar?